Integração família-escola é fundamental para o retorno às aulas

Pedagoga Ana Maria Gentil aponta como pais e responsáveis possibilitam a aprendizagem de crianças e adolescentes nos diferentes ambientes em interlocução permanente com a escola

Agosto é o período em que milhares de crianças e adolescentes se preparam para voltar às aulas. Mas como tornar esse processo mais tranquilo e prazeroso para todos? A educadora Ana Maria Gentil, professora de Pedagogia da Faculdade de Educação Paulistana (FAEP), faz algumas observações importantes para repensarmos essa questão.

Ela ressalta que a chave para tornar esse processo educativo está na compreensão da real finalidade da educação. “Não se trata de ‘acostumar’ as crianças e adolescentes à rotina de estudos antes do início das aulas, mas de proporcionar uma aprendizagem significativa que valorize a formação integral, tanto na escola quanto no ambiente familiar”, explica.

A educadora enfatiza que a educação deve estar pautada na interação entre família e escola, trabalhando juntas para proporcionar uma educação integral e rica em experiências. “Não existe uma cisão entre trabalho escolar e lazer; a rotina escolar deve incluir vivências reais, estudos relacionados às diferentes ciências, momentos de convivência, recreação e lazer, de forma planejada”, destaca.

De acordo com a pedagoga, o período de férias não precisa ser um tempo de descanso da escola, mas sim um tempo para a apropriação cultural no ambiente familiar, de forma mais espontânea e vivenciada, no qual a família pode ampliar a curiosidade, a observação e a reflexão sobre a vida e o mundo. “As famílias podem envolver os educandos nas atividades cotidianas, como a confecção de alimentos, os consertos, a observação da natureza, entre outras ações que promovam o conhecimento e a interação”, afirma.

A educadora também sugere que os pais dialoguem com os filhos sobre as aprendizagens realizadas no ambiente doméstico e a importância das atividades escolares. “A integração entre família, escola e comunidade é fundamental para o sucesso da educação. As crianças e adolescentes devem ser incluídos nos planejamentos e na organização das rotinas, tornando-os protagonistas de sua própria aprendizagem”, orienta.

Portanto, é fundamental fortalecer os laços entre família e escola, que devem educar seus filhos e alunos de forma complementar, proporcionando uma educação que promova o pleno desenvolvimento da pessoa e o seu preparo para o exercício da cidadania, como consta na Constituição Federal.

Por Mariana Mascarenhas

Assessora de Imprensa da FAEP

[ SIGA ]

[ CONTATO ]