Preparando Fondue para o Inverno

  • Categoria :Blog - Gastronomia
  • Data :2 / julho / 2019

Preparando Fondue para o Inverno

Fondue é uma pedida muito procurada no frio e está entre os pratos favoritos do paulistano. Atualmente a fondue tem muitas versões. Pode ser de queijo, carne e chocolate. Qual for a sua opção é uma dica muito feliz e apetitosa para aproveitar agora no inverno essa verdadeira iguaria.

Dizem que a fondue nasceu no cantão francês, na Suíça em meio a segunda guerra mundial. Devido as batalhas e do inverno rigoroso, os camponeses que moravam nas regiões montanhosas não tinham como buscar mantimentos nas cidades. Por serem grandes produtores de queijo e para não morrer de fome, eles aproveitavam os restos de queijo, já que eram produtores de leite e fabricavam muito queijo. Com o queijo à mão, inventaram uma comida quente, simples, saborosa e nutritiva para aguentar o frio. A mistura de queijos ficava no fogo até derreter. Os camponeses, então, mergulhavam pedaços de pão no creme, enquanto borbulhava.

A iguaria só ganhou fama na década de 50, quando o chefe Conrad Egli, do restaurante Chalet Suísse, em Nova York, passou a servir o prato. Para complementar, criou a fondue de chocolate, que servia de sobremesa.

Apesar de ter surgido de forma rústica, a fondue se tornou uma comida refinada. Isso porque os ingredientes utilizados possuem um preço um pouco elevado, como é o caso dos queijos gouda, gorgonzola, emental e gruyère.

A palavra vem do verbo fondue, e refere-se ao estado em que se encontra o queijo, ou seja, fundido ou derretido.

É um prato que se come em companhia: o molho borbulhante é colocado sobre um fogareiro e nele cada convidado molha seu pedaço de pão que leva à boca.

Equipamentos e Utensílios

O aparelho para fondue é composto por um fogareiro e uma panela com a boca mais estreita que a base, para evitar que o óleo ou o caldo espirrem durante o cozimento a mesa.

Para o fogareiro, pode-se usar álcool, ou fritadeiras elétricas no caso de fondue de carnes, por necessitar de uma fonte de calor mais forte para fazer a fritura das carnes. É importante ressaltar que o óleo deve estar bem quente, caso contrário encharca os alimentos. Para as fondues de queijo e chocolate é ideal o uso de uma panela de barro vitrificado, pois esse material conserva e distribui melhor o calor, e reduz ao mínimo o perigo de o alimento grudar no fundo. Para a fondue no óleo, prefira panelas de aço inox, ágata, cobre ou até alumínio. Se você não tiver uma bandeja giratória, divida os ingredientes (carne, legumes, molhos e outros acompanhamentos) em vários recipientes para cada convidado tenha acesso mais fácil a eles.

Os garfos devem ser retos e compridos, com dois dentes para prender melhor os alimentos e cabos feitos de material isolante. Ao pôr a mesa, além de garfos próprios para fondue, coloque também garfos de sobremesa para que cada convidado use primeiro para cozinhar e o segundo para levar os alimentos a boca. É uma forma mais higiênica e mais segura de se servir, pois o garfo comprido esquenta muito e pode provocar queimaduras na boca.

Dica de Receita

Fondue de Queijo clássica (Rendimento 4 porções)

400 g de queijo tipo suíço

200 g de queijo estepe

1 colher de sopa de amido de milho

2 xícaras de chá de vinho branco seco

2 colheres de sopa de suco de limão

1 dente de alho descascado

Pimenta do reino branca

Noz moscada

2 colheres de sopa de conhaque

Para acompanhar: Bengala de pão italiano cortada em cubos.

Modo de preparo:
1. Rale os dois tipos de queijo em ralo grosso, misture-os com o amido de milho e reserve.
2. Coloque o vinho branco, o suco de limão e o alho em uma panela. Leve ao fogo moderado e deixe aquecer bem.
3. Elimine o alho e, mantendo a chama baixa para que o líquido não ferva, vá adicionando a mistura de queijos aos punhados, mexendo sem parar em forma de oito (para evitar que a fondue faça fios), até obter um creme macio e não muito grosso.
4. Retire do fogo, tempere com uma pitada de pimenta do reino, uma de noz moscada e o conhaque e misture bem.
5. Leve a mesa sobre um fogareiro, que também deverá ter a chama baixa para a fondue não grudar.
6. Caso o creme ficar grosso demais, adicione algumas colheres de vinho quente, até que fique na consistência desejada.
7. Servir com pedações de pão italiano em cubos.